AMOR...A BASE DE TUDO NA VIDA!

AMIGOS QUE NÃO DÃO PENA, DÃO ORGULHO!

Venha e junte-se a um grupo de amigos que já participam do blog e se preocupam com o nosso país, com as nossas crianças, com a natureza, com os idosos e também com os animais. Faça essa "corrente pra'frente" e se gostar das postagens, COMENTE.Aqui você FAZ A DIFERENÇA! Sejam muito bem vindos!

AMIGOS INCENTIVADORES DO BLOG "BRASIL DÁ PENA" :

domingo, 12 de fevereiro de 2012

E DONA JOSEFA NEM SABE QUEM É NAJI NAHAS...


video

Janeiro de 2012, Comunidade Pinheirinho,São José dos Campos,SP. Dona Josefa, 75 anos, costureira, aposentada, moradora do local. ***Naji Robert Nahas, empresário, 65 anos, proprietário da empresa Selecta(em processo de falência) dona do terreno onde desde 2004,  viviam mais de 1.600 famílias, conforme cadastramento em 2010, feito pela prefeitura de S.J.dos Campos.

Como a imprensa noticiou, e quase todo mundo viu nos telejornais, a reintegração de posse do terreno não foi tão pacífica assim. Batalhão de choque da Polícia Militar, balas de borracha, cães, cassetetes, spray de pimenta, bombas de efeito moral(sic!) e outros quesitos que amoldam uma truculência desmedida, foram usados nessa desocupação.

Quase um mês depois, o cenário que a gente vê do local, onde viviam pessoas humildes, que se instalaram lá e ficaram e sob a complacência da prefeitura e também de órgãos públicos, é desolador. O problema não está em quem tem razão em reivindicar a posse do terreno. Isso é direito dele.Ponto. O problema maior que eu vejo é deixarem tantas famílias se acomodarem num local, fazerem suas casas - havia várias casas de madeira, mas também haviam de alvenaria, como a da D.Josefa, 75 anos - e o que é um agravante, foi criada uma infraestrutura no local, com instalação da rede elétrica e também de água.  Criou-se na ocasião, uma comissão de moradores, que foram à prefeitura de S.José dos Campos, no intuito de pedir a legalização das famílias ali instaladas. E com promessas e mais promessas, ou seja, no dito popular, foram "empurrando com a barriga" e o que que se viu? Hoje essas famílias vivem "jogadas" em abrigo público, e a prefeitura prometeu ajudar cada família, com R$ 1.000,00(mil reais).(Isso não paga nem uma caixa de charutos do Sr.Nahas).

Além dos problemas das perdas materiais que eles tiveram, sabe-se também, que dezenas de animais, como gatos e cachorros, foram mortos, soterrados pela força insana das retroescavadeiras, já que muitos moradores foram praticamente escorraçados do local...mal tiveram tempo para carregar seus pertences. Ficaram para trás as humildes lembranças, como por exemplo o livro do garoto Ricardo, que ganhara de presente de sua professora, onde se lia "Amiga para Sempre" e contava com desenhos de seus amigos de turma. Tudo se perdeu nesse pedido de reintegração de posse do senhor Nahas. Agora, por quê SOMENTE AGORA ele entra com esse processo de reintegração de posse do terreno? E por quê a Prefeitura de São José dos Campos deixou que a área fosse invadida e habitada por tanto tempo? Quase oito anos!

Pessoas como a Dona Josefa, uma brasileira humilde, pobre, tenho certeza que existem milhares por esse nosso Brasil afora.E pedem ajuda!
Pessoas como o empresário Naji Nahas, Jáder Barbalho, Maluf e outras figurinhas conhecidas, tenho certeza que existem(INFELIZMENTE) também aos milhares por esse nosso amado Brasil afora. E o que é pior: NEGAM AJUDA!


Postar um comentário